Archives

Dias singulares

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

E de repente há um mundo entre nós E a falta de palavras cria uma distância quilométrica O que dói é não achar sentido mais nas coisas Muita vida passou, seria muito ingênuo acreditar que seríamos imunes Onde foi que as coisas pararam de acontecer? Tem dias assim, de indecisões doídas Dias que não quero [...]

Daquela nossa infância

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

E se tem uma coisa que já nasce bonita é a infância. Ainda custo a entender a eternidade dela em minha vida. É que diante das recordações, lembro sempre quem eu sou. Não daquilo que se pode ver ou ouvir, mas daquele mistério escondido, perdido no meio de um faz de conta real. Foi na [...]

A Culpa é das Estrelas

sexta-feira, 15 de março de 2013

“Os verdadeiros heróis, no fim das contas, não são as pessoas que realizam certas coisas; os verdadeiros heróis são as que REPARAM nas coisas”. E depois desse livro, ando assim, não deixo passar os detalhes, as metáforas e nem mesmo os mais sutis dos gestos. Nem sei entender direito, mas nunca mais sou a mesma [...]

Meu mundo e nada mais

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Cultivo um mundo secreto. E passo um longo tempo nesse caminho. É lá que encontro o eterno. É lá, um espaço de tempo, onde minha única certeza é de que nada será igual ao que era antes. Improvável não, apenas imprevisível. Um lugar para os poucos que acreditam em poesia. Que vêem muito mais com [...]

Tua ausência

quarta-feira, 20 de julho de 2011

É apenas o acúmulo de muitas coisas. Hoje é o meu dia, o dia de chorar, simplesmente chorar e mandar embora tudo que me deixa mal, mesmo que eu não saiba ao certo o que é. Não posso dizer se é tristeza, pois não me sinto uma pessoa triste. É uma falta, eu acho. Falta [...]

Para minha Chris: Infinitas vezes maior que o sol!

terça-feira, 31 de maio de 2011

Você foi feita pra mim, especialmente pra mim eu sei. Pois eu sinto seu cheirinho em uma manhã cinzenta simplesmente por ter pensado em você. E você tem um cheirinho doce de infância e travessuras, a coisa mais gostosa do mundo. E você não desgruda de mim um segundo quando estamos só nós duas. Meu [...]

Fora de moda

sexta-feira, 25 de março de 2011

Sonhei com uma vida fora de moda. Com sentimentos a flor da pele, amor contagiante e desejos intensos. Encontrei você e muito mais: encontrei um amor sem medo, sem dúvidas e cheio de sonhos. Com você encontrei histórias e surpresas. Romantismo e companheirismo. Encontrei poesia, música, rítmo, rima. E hoje, ouvindo essa música eu lembrei [...]

Não importa

sexta-feira, 18 de março de 2011

Hoje acordei tão feliz, e com os olhos tão brilhantes, que nem sei explicar… Uma sensação boa, que apesar de todos os dissabores do dia a dia, senti que tudo tem uma solução, e se não tiver, é porque não tem que ser mesmo. Hoje acordei mais leve, com o amor transbordando dos meus poros, [...]

Reinventando

terça-feira, 2 de março de 2010

Tem dias que a gente está incrivelmente complexa. Tenho acordado tão cansada das mesmas coisas, tão repetidas, tão iguais. Queria pegar uma estrada. Sem rumo. Queria viajar. Ir pra longe, longe ficar. Novas paisagens, um novo pôr-do-sol, em novas gotas de chuva me molhar. Hoje eu queria vento no rosto, abraçar a liberdade sem medo [...]

Bodas

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Acho que nunca soube definir o que seria o amor, se é que existe alguma definição para isso, mas só sei que ele nos transforma em alguém que antes a gente mesmo não conhecia. E esse processo é tão bom, um turbilhão de emoções, uma mistura de ritmos. Mas com muita sintonia e muito compasso. [...]

Qualquer dia deve ser dia 12

segunda-feira, 16 de junho de 2008

Te pertenço além do tempo, além dos sonhos, e muito além do real… Sou tua…não importa aonde estou, aonde vou, ou mesmo se vou… Somos verdadeiros amantes de alma, Nada existe… Nada importa… Somente nossos momentos… Sou sua pelo que sinto por você… Sou sua porque me vejo no seu olhar… Sou sua pelo prazer [...]

Eu acredito e você?

terça-feira, 25 de setembro de 2007

Eu acredito que existem coisas que valem a pena acreditar. Eu acredito em poesias perfeitas, escritas com o coração. Eu acredito em beleza, encanto, inspiração. Eu acredito em simplicidade, entrega, naturalidade. Eu acredito em cumplicidade. Eu acredito na força do tempo. Eu acredito que todos erram, mas acredito mais ainda no perdão. Eu acredito em [...]

Apaixone-se pela vida

domingo, 10 de junho de 2007

O verdadeiro sentido e a verdadeira motivação para a vida é a paixão. Estar apaixonada e me apaixonar a cada dia. Hoje eu afirmo com toda a certeza que ninguém deveria passar a vida sem ter uma grande paixão. E não estou falando só no sentido de relacionamentos. Ter uma paixão é ter algo ou [...]

Amor Real

sábado, 28 de abril de 2007

O amor se basta por um tempo. E todos afirmam que é o melhor tempo. Aquele tempo em que os dois não se desgrudam, que não conseguem ficar muito tempo sem ligar, só pra dizer oi, só pra saber como o outro está, ou dizer mais uma vez o quanto o ama. Aquele tempo de [...]

Ser mãe! Ser filha!

quarta-feira, 28 de março de 2007

Desde pequena, achava muito estranha aquela frase: “Ser mãe é padecer no paraíso”! Descobri recentemente uma nova: Ser pai é padecer no prejuízo (deve ser antiga porque hoje em dia tem muita mãe fazendo esse duplo papel). E essa palavra “padecer” sempre me intrigou e sempre achei muito feia. Sempre sonhei e imaginei como seria [...]

Qual o dia mais feliz de sua vida?

sexta-feira, 29 de setembro de 2006

Todo mundo já teve um dia que considerou ser o mais feliz da sua vida. Fiquei refletindo sobre isso quando minha princesinha falou toda eufórica que havia ganhado o concurso de rainha da primavera da escola e que este era o dia mais feliz de sua vida! Voltei a memória, fiz uma retrospectiva e descobri [...]

“Antes que elas cresçam”

domingo, 6 de agosto de 2006

Desde o dia que minha filhotinha voltou das férias de um mês na casa da avó, tenho observado com grande admiração e um certo espanto seu crescimento, não só de tamanho. Muitas vezes sou surpreendida por suas frases e perguntas, ao meu ver um tanto precoces, mas que encaro com naturalidade. É incrível a plasticidade [...]